terça-feira, 19 de julho de 2011

Barro Preto terá posto de atendimento da EBDA

 Cerca de 80 agricultores familiares conheceram melhor a participação da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), no município de Barro Preto, no Sul da Bahia, nesta terça-feira (15). Durante a reunião o secretário da agricultura municipal, Jesus Palácio Mondes, anunciou que será aberto um posto de atendimento para os técnicos agrícolas da EBDA, para que o município conte com Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) permanente.
A reunião, organizada com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar no município, aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais e foi promovida pela Associação dos Produtores Rurais da Pedra Lascada, em parceria com a Prefeitura Municipal de Barro Preto e a EBDA.

A engenheira agrônoma do Programa Pacto Federativo da EBDA, que presta assistência técnica no município, Pabliane Ramos Lawisnsky, destacou a nova fase da agricultura familiar em Barro Preto. “Esse posto de atendimento da EBDA no município irá estreitar o contato entre o técnico e o agricultor, fortalecendo a agricultura familiar no município”, ressalta, durante o evento, Lawisnsky.

De acordo com o prefeito Adriano Clementino, que enfatizou a importância da agricultura familiar, o município de Barro Preto tem cerca de sete mil habitantes, e a agricultura é a principal atividade. Para o presidente da Associação dos Produtores Rurais da Pedra Lascada, Manoelito Rodrigues, formada por 53 agricultores de Barro Preto, reuniões como essa, com a participação de importantes parceiros, é essencial para atender as principais necessidades do agricultor familiar. “Precisamos agregar valor e ampliar o mercado para a comercialização dos nossos produtos. Somente com a colaboração da EBDA, Banco do Nordeste e a prefeitura alcançaremos os nossos objetivos.”, falou Rodrigues.
Um dos destaques do encontro foi a participação de agentes de desenvolvimento do Banco do Nordeste, da agência de Itabuna, Rosalynn Iris Law e Wagner Piedade, que falaram sobre a oferta de crédito programado para atender a necessidade do agricultor familiar. Piedade explanou sobre as vantagens de participar do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), no qual o município de Barro Preto ainda não se encontra inserido.

Outro assunto discutido na reunião foi a questão da agroindustrialização. A presidente da Cooperativa dos Agricultores Familiares da Bacia do Almada e Adjacências (Cooafba), Sonoelane Anunciação, esteve presente no encontro e convidou os produtores rurais do município de Barro Preto para participarem da Cooperativa, com o principal objetivo de comercializar o cacau, também com a fábrica de chocolate Bahia Cacau, situada na cidade de Ibicaraí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário